Buscar

Iridotomia a Laser

O QUE É?


A IRIDOTOMIA A LASER é um tratamento para o Glaucoma de ângulo fechado, no qual o oftalmologista executa um pequeno orifício na íris para drenagem do fluido nítido na parte de traz do olho. Isto é feito para evitar que a pressão intra-ocular cresça rapidamente, com a possibilidade de dano ao nervo óptico e perda permanente de visão. Geralmente, o orifício é feito na porção superior da íris, sob a pálpebra superior, e não é visível.



EXECUÇÃO DA IRIDOTOMIA


Inicialmente, o olho do paciente é anestesiado com gotas de colírio anestésico e a pupila é contraída com um medicamento apropriado. Isto irá também esticar e afinar a íris, possibilitando que o laser execute o orifício mais facilmente.


Em seguida, o oftalmologista vai colocar uma lente de contato especial no olho do paciente para que ele possa focalizar a luz do laser na íris e evitar que o paciente pisque. Para evitar que a lente arranhe o olho será aplicada uma gelatina especial na sua superfície, que vai causar embaçamento temporário da visão ou sensação de peso no olho.


Durante o tratamento, o paciente não sentirá dor, apenas a sensação de uma leve picada e poderá ver uma luz brilhante como um flash fotográfico.


Após o procedimento, o oftalmologista examinará os olhos do paciente e prescreverá colírios para aliviar alguma dor ou desconforto que possa ser sentido dentro do olho, reduzindo o tamanho da pupila nos primeiros dias seguintes ao tratamento. Isto poderá causar algum embaçamento da visão e uma leve dor de cabeça.


O paciente deverá comparecer ao oftalmologista para algumas visitas de acompanhamento e o oftalmologista poderá prescrever colírios após o tratamento para controlar a pressão intra-ocular e reduzir a inflamação. Por alguns dias após a cirurgia, os olhos poderão ficar vermelhos, sensíveis à luz e o paciente poderá ter a sensação de arranhão nos olhos.


EXPECTATIVAS REALISTAS


Embora as complicações sérias decorrentes da IRIDOTOMIA A LASER sejam raras, existem riscos como em todo procedimento. Pode haver necessidade de mais de uma seção de tratamento e o orifício poderá fechar-se. Após o tratamento, o paciente ainda precisará usar medicamentos que mantenham a pressão intra-ocular baixa.


Converse com seu oftalmologista sobre os benefícios e riscos do tratamento.


Fonte: hospital de olhos de Irati.

Imagem: Depositphotos