Toxoplasmose pode ser detectada pelos olhos

A toxoplasmose é um problema de saúde bastante comum, que causa uma série de sintomas, sendo que alguns estão associados a visão e, por isso, pode-se diagnosticá-la por meio de exames oftalmológicos. Alguns tipos de avaliação dos olhos, sejam as feitas pelo médico ou com o uso de equipamentos oftalmológicos, podem detectar muito mais do que problemas ligados à visão, como também algumas doenças sistêmicas. Estes exames de olho que diagnosticam problemas de saúde, geralmente são de rotina e levam pouco tempo para serem feitos.

A toxoplasmose é uma doença infecciosa causada por um parasita chamado Toxoplasma gondii. A contaminação pode acontecer por meio do contato com fezes de animais hospedeiros, ingestão de alimentos contaminados (principalmente carnes mal cozidas), ou ainda, pode ser transmitida pela placenta da mãe durante a gestação, neste caso, a doença é chamada de toxoplasmose congênita.

No que diz respeito aos sintomas da toxoplasmose, esta doença pode ser silenciosa em organismos saudáveis, não apresentando sinais ou se manifestando como uma gripe normal. Os sintomas da toxoplasmose congênita pode aparecer apenas na adolescência do paciente.

Entretanto, em pessoas que adquirem a doença e estão com problemas de imunidade, os sinais podem aparecer na forma de doenças respiratórias, como pneumonia e tuberculose, além de convulsões e visão turva. Como os sintomas mudam de paciente para paciente, não são todos que apresentam problemas oculares, mas nos casos em que se atinge os olhos, as ocorrências mais comuns são as uveítes.

Problemas oculares causados pela toxoplasmose ocular

A toxoplasmose ocular é assim chamada quando sua manifestação causa problemas nos olhos. Este tipo de sintoma é mais comum em casos de toxoplasmose congênita e pode aparecer de duas formas: uveítes anterior ou coriorretinite.

No primeiro caso, trata-se de uma lesão no olho que, se tratada corretamente, são mínimas a chances de sequelas. Já na coriorretinite, é uma inflamação na retina que deixa cicatrizes e, dependendo do tamanho desta marca, pode-se ter uma diminuição da visão, visto que a retina é responsável pela formação das imagens que são levadas ao cérebro. Um dos principais sintomas da toxoplasmose ocular é vermelhidão nos olhos, visão pontos pretos flutuando e diminuição da acuidade visual.

O exame oftalmológico que pode levar ao diagmóstico da toxoplasmose é o exame de fundo de olho ou fundoscopia, em que o médico consegue avaliar a condição de vasos, artérias e nervos da retina por meio do transparente do olho. A detecção da toxoplasmose é confirmada com um exame de sangue.

A toxoplasmose pode ser curada com um tratamento adequado com base em antibióticos e ácido folínico. Mas, vale ressaltar que não é possível reverter os prejuízos causados pelas cicatrizes na retina, por isso, é importante ter todos os cuidados para evitar a toxoplasmose.

Doenças sistêmicas identificadas em exames oftalmológicos

Cuidar da saúde dos olhos vai muito além da visão. Com um exame oftalmológico simples, pode-se detectar a presença de doenças graves precocemente. Este diagnóstico faz toda a diferença no tratamento que tem mais chances de apresentar resultados positivos. Entre os problemas que podem ser identificados, estão:

● Hipertensão Arterial;

● Doenças reumatológicas;

● Aneurisma cerebral;

● AIDS;

● Escleroes múltipla;

● Disfunções da tireoide;

● Tuberculose;

● Colesterol alto.

Fonte: Portal dos Olhos

%d blogueiros gostam disto: