Seis dicas boas para os olhos

Para manter uma boa saúde ocular e proteger sua visão, selecionamos seis dicas que envolvem iniciativas saudáveis para os olhos com ítens como nutrição, estilo de vida e cuidados preventivos em geral.

sorrindo

1. Procure comer os melhores nutrientes para uma boa visão

Proteger seus olhos começa com a comida que você coloca no prato. Estudos têm mostrado que nutrientes como o ômega-3, os ácidos gordos, luteína, zinco e vitaminas C e E podem ajudar a evitar problemas de visão relacionados com a idade, como a degeneração macular e a catarata. Regularmente comer esses alimentos ajudam na boa saúde ocular:

Legumes, como espinafre e couve, salmão, atum e outros peixes oleosos, ovos, nozes, feijão e outras fontes de proteínas; laranjas e outras frutas cítricas ou sucos.

Comer uma dieta bem equilibrada também ajuda a manter um peso saudável, o que reduz o risco de diabetes do tipo 2. A diabetes é a principal causa de cegueira em adultos. 45% das pessoas com diabetes também desenvolvem a retinopatia diabética, o que prejudica a visão. Ter diabetes também aumenta o risco de glaucoma e catarata.

2. Chute o hábito de fumar para escanteio

Se você fuma, aqui está um bom motivo para deixar o tabaco. Fumar tem sido associado a um risco de aumento nos casos de catarata, lesão do nervo óptico e degeneração macular. Se você já tentou parar de fumar antes e não conseguiu, tente de novo. Estudos mostram que quanto mais vezes você tentar parar de fumar, o mais provável é que, em determinado momento, obtenha sucesso.

3. Use óculos de sol

Há duas boas razões para se usar óculos escuros sempre que você passar algum tempo exposto ao sol:

Óculos de sol protegem os olhos do calor e o tipo certo de óculos de sol ajuda a proteger seus olhos dos raios ultravioleta (UV), já que uma demasiada exposição a este raios aumenta o risco de catarata e degeneração macular.

Ao escolher seus óculos de sol, ele precisa ser seguro, bem como elegante. Escolha óculos de sol que bloqueie 99 a 100% de ambos os raios – UVA e UVB. Lentes panorâmicas ajudam a proteger as laterais dos olhos. As lentes polarizadas trabalham bem para ajudar a reduzir o brilho durante a exposição ao sol.

Usuários de lente de contato tem a opção de usar lentes que oferecem proteção UV. Existem dois tipos disponíveis. Funciona para exposição solar intensa, tal como nas montanhas ou na praia, mas não pode ser um substituto para os óculos de sol. É melhor proteger as pálpebras do olho e da superfície para além da área coberta pelas lentes de contacto.

4. Utilize óculos de segurança em casa, no trabalho, e enquanto pratica esportes

Se você trabalha com materiais perigosos ou no trabalho ou em casa, o uso de óculos de segurança ou óculos de proteção pode proteger os olhos contra danos, perda de visão e cegueira.

Certos esportes carregam o risco de lesões nos olhos. Usando os óculos de proteção, tais como capacetes com máscaras de proteção ou óculos esportivos com lentes de policarbonato, pode se proteger os olhos contra algum tipo de lesão.

5. Afaste os olhos do computador

Olhar para um computador por muito tempo pode comprometer a visão. A díndrome da visão de computador (CVS) é uma condição que ocorre a partir de uso do frequente deste equipamento. Estudos sugerem que cerca de 90% das pessoas que usam um computador pelo menos três horas por dia sofrem de algum tipo de problema visual, como fadiga ocular, visão embaçada, dificuldade em focar a certa distância, olhos secos, dores de cabeça – e também no pescoço, nas costas e nos ombros.

Dentro deste caso, proteja a sua saúde ocular seguindo os seguintes passos:

Certifique-se de que seus óculos ou suas lentes de contato estão atualizadas e adequadas para o uso do computador.

Óculos ocupacionais podem ser necessários para algumas pessoas com a síndrome. Uma única lente bifocal pode ajudar a aumentar a percepção de contraste e filtrar o brilho e a luz reflexiva e reduzir os sintomas da fadiga ocular.

Posicione o seu computador, de modo que seus olhos fiquem em um nível superior ao do monitor. Isso permite que você olhe um pouco para baixo na tela. Tente evitar o brilho no seu computador a partir de janelas e luzes elétricas. Use uma tela antirreflexo, se necessário. Escolha uma cadeira confortável, posicionando-a de modo que seus pés fiquem no chão.

Lembre-se de piscar frequentemente, o que pode ajudar a prevenir os olhos secos e de descansar os olhos olhando a 20 metros de distância por 20 segundos a cada 20 minutos. A cada duas horas, levante-se e faça uma pausa de 15 minutos.

6. Visite o seu oftalmologista regularmente

Todos, até mesmo as crianças pequenas, devem ter seus olhos examinados regularmente. Isto é particularmente importante para uma boa saúde ocular, bem como a saúde em geral. Realizar exames de vista regularmente pode ajudar a proteger a vista e garantir que você está enxergando bem.

Com a idade, aumentam os riscos de algumas doenças oculares, como o glaucoma, que não tem sintomas. Então, é possível ter glaucoma e não saber. Grandes avanços médicos contra a degeneração macular, glaucoma, catarata podem ajudar as pessoas com essas condições a manter sua visão. Ao fazer exames oftalmológicos regulares, você pode identificar outros problemas oculares no início, quando eles são mais fáceis de tratar.

Dependendo de suas necessidades, você pode visitar um optometrista ou um oftalmologista para um exame oftalmológico completo. Oftalmologistas são médicos que se especializam em oftalmologia. Eles podem fornecer cuidados com a visão geral, o tratamento de doenças oculares e até realizar cirurgia ocular. Optometristas prestam os cuidados oftalmológicos e tratam algumas doenças oculares, mas não realizam cirurgias.

Um exame oftalmológico completo para proteger seus olhos pode incluir seu histórico médico pessoal e da sua família, testes de visão de perto e de longe para ver se você tem miopia, hipermetropia, astigmatismo (curvatura da córnea, que causa visão desfocada), ou presbiopia (alterações relacionadas com a idade de visão), testes para ver o quão bem os olhos trabalham juntos e testes de pressão ocular e do nervo óptico para determinar se você tem glaucoma.

Você pode fazer outros testes conforme necessário. Por exemplo, se você usa lentes de contato pode precisar de procedimentos adicionais.

(Fonte: WebMD)

%d blogueiros gostam disto: